Português (Brasil)

Educador físico acusado de matar a esposa em Fortaleza deve ter insanidade mental decidida por júri

Educador físico acusado de matar a esposa em Fortaleza deve ter insanidade mental decidida por júri

Julgamento do acusado foi adiado em maio e ainda não teve a nova data marcada.

Compartilhe este conteúdo:

O educador físico Antônio Márcio Ribeiro Parente e Silva, de 49 anos, acusado de matar a mulher com golpes de faca na frente do filho do casal, em Fortaleza, deve ter o incidente de insanidade mental ingressado pela defesa analisado pelo júri popular, conforme o Tribunal de Justiça.

 

"O Incidente de Insanidade Mental, movido pela defesa de Antônio Márcio Ribeiro Parente e Silva, foi homologado pelo Juízo da 3ª Vara do Júri de Fortaleza. O laudo complementar ratificou a integralidade do laudo inicial. Com a homologação, a Ação Penal anteriormente suspensa será retomada, em data ainda a ser definida, cabendo ao Conselho de Sentença analisar e decidir sobre a eventual inimputabilidade do réu", informou o Tribunal de Justiça do Ceará.

 

O julgamento de Antônio Márcio estava marcado para o dia 22 de maio, ocasião em que ele iria a júri popular, por decisão do Tribunal de Justiça. Contudo, no dia 15 do mesmo mês a Justiça suspendeu o julgamento após a defesa alegar que ele sofre de insanidade mental.

À época, a defesa alegou que o laudo médico feito no educador físico apontou que ele era incapaz de se controlar e interromper as próprias ações na ocasião da morte da mulher dele, Cristiane Lameu e Silva, de 45 anos. O feminicídio aconteceu no dia 31 de janeiro deste ano, na residência da família, localizada no Bairro Luciano Cavalcante.

Na ocasião, o Ministério Público e a acusação contestaram o resultado do laudo e solicitaram uma nova perícia realizada por uma junta médica, constituída de, pelo menos, três profissionais. O laudo atual foi feito por um perito médico, com base em uma única entrevista com Antônio Márcio e um familiar dele. O processo corre em segredo de Justiça.

 

 

Fonte: G1

Imagem da Galeria Foto: TV Verdes Mares/Reprodução
Compartilhe este conteúdo: